Tereza Lima
Poesias, Prosa & Versos
Capa Textos Áudios Perfil Links

 

De sua face meiga, vejo uma pureza n'alma, 

sem limites e apreços.

 

Amo-te por tua alma simples e singela,

Amo-te pela cruz que carregas, em teu silêncio.

 

Amo-te quando escreves errado,

Assim pois, posso de você me aproximar e sentir-te.

 

Amo-te pela beleza ao ouvir teu cantar,

esta voz que soa em minhas noites solitárias.

 

Sim,

Amo tudo que você e sempre será nestas estradas da vida.

 

Serás sempre a menina,

Que retornou com a medalha, que honra seu mérito.

 

Sempre nos amamos,

Mesmo antes de nascer,

sempre irei te respeitar,

Pois toda vida vou te amar.

 

Marcel.

 

21.06.2.022

00:40hs

 

✨❣️✨

🥂

 

✨❣️🤣